sexta-feira, 2 de março de 2018

(...)

Resultado de imagem para mulher escrevendo tumblr
Me permito pensar no passado e desta vez não me culpo por nada.
Vejo as fotos e me perco nas lembranças. Faço um pequeno esforço para me lembrar do que eu estava pensando no momento exato do click da foto. Quais coisas passavam pela minha cabeça, quais meus medos, inseguranças e expectativas naquele momento.
Comparo quem sou hoje com quem eu era há 6 anos atrás, sem julgamentos.

É inevitável admitir que eu mudei. Não apenas na aparência, mas, entre outras coisas, que eu era mais sociável. Pelo meu sorriso frouxo e espontâneo, admito o quanto eu estava feliz e confortável à minha própria pele.

Mas desta vez, não quero voltar no tempo desejando reviver aqueles momentos. Meu desejo agora é  somente reconectar quem eu era naquele tempo com quem eu sou hoje. Re-estabelecer os laços comigo mesma. Me reencontrar.

Observo a forma como eu sorria e falava com as pessoas. É nítido que eu era mais paciente e segura. Não me preocupava tanto com a opinião dos outros e defendia a minha até o último instante. Percebo que isso, eu perdi. Me deixei moldar pelas vezes que me frustrei. Perdi um pouco daquela minha segurança interna, criei um medo de expor meus pensamentos e de ser julgada. Me bloqueei.

Nunca fui uma pessoa cheia de amizades, mas comparando com tempos atrás, hoje estou basicamente só. Não que isso me entristeça, mas ainda me preocupo com o fato de eu não saber fortalecer e manter amizades. De certa forma, sempre achei que as pessoas que querem ficar na vida da gente, só ficam, sem nenhum esforço. Mas, talvez eu sempre estivesse errada sobre isso (...).

O fato é que jamais serei a mesma para sempre, mas deixar-me moldar pelas experiências negativas que a vida me traz, é inaceitável. Preciso voltar a filtrar o que quero que me afete e me molde como pessoa e o que quero descartar. Voltar a fazer escolhas inteligentes, olhar para dentro de mim com mais paciência e amor.
Amor.
Amar a mim mesma com mais fervor. Talvez seja isso.



terça-feira, 7 de março de 2017

40 graus

Resultado de imagem para mulher sozinha tumblr
Porque as vezes eu sinto como se fosse explodir por dentro.

É como se mil e uma pessoas gritassem ao pé do meu ouvido o tempo todo com algo diferente a dizer. É como se todo mundo quisesse dizer algo e eu me recusasse a escutar ..

É como se eu quisesse gritar bem alto à esse mundo inteiro, e a minha voz se recusasse a sair. É como se eu insistisse em permanecer muda diante de um turbilhão de palavras por dizer e tanta coisa não dita afinal.

É como se eu estivesse amarrada, amordaçada, amaldiçoada, reprimida.

É como se eu quisesse correr daqui, mas algo não me permitesse sair do lugar. É como se o mundo inteiro estivesse estacado, estacionado, embasbacado ao redor de mim.

Me sinto inteiramente sufocada, tudo em mim é ansiedade...
Estou exausta.

sábado, 4 de março de 2017

Metades de mim...

Resultado de imagem para metade
Metade de mim é uma dama recatada, conservadora e a outra é uma devassa. Só quer sexo e só pensa em sexo. Metade quer romance, sonha com o dia do seu casamento e uma casa cheia de filhos. A outra metade só quer badalação e que se dane o resto da vida desde que ainda exista cachaça e homem bonito pra se iludir.

Metade espera a ligação do dia seguinte e imagina mil uma coisas com um carinha que acabou de conhecer. A outra não quer se apegar e sente-se aliviada quando o mesmo carinha da noite passada, não dá um sinal de vida - ela quer mais é conhecer o próximo da fila.

Metade quer ir pra igreja e esquecer todas as suas loucuras, sente-se culpada da vida que leva. A outra quer ir pro bar, dançar e beber até o dia clarear. 

Metade quer estudar e se destacar na vida profissional a outra, quer é mudar de área, começar do zero e se redescobrir.

Metade quer se estabilizar e criar raízes em algum lugar, a outra quer viajar pelo mundo, conhecer diversas pessoas e culturas e jamais se prender em qualquer lugar.

Metade de mim é simpática, doce, afetuosa, companheira, alguém que todo mundo gostaria de conhecer. A outra metade é sem paciência, distante e de poucos amigos.

Metade quer viver a vida até a última gota, a outra pensa muito em morte...

Não sei dizer qual das duas metades é a metade dominante, aquela que prevalece. E não sei qual das duas você conhece ou gostaria de conhecer.. Só posso afirmar que as duas vivem em mim. E é uma briga constante entre quem domina e quem se deixa ser dominada... 

Metade pensa em assumir algum dos dois lados, mas a outra metade sente que se eu escolher, não serei feliz por inteiro sendo uma só.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

É a vida....

Resultado de imagem para mulher escrevendo tumblr
E então você chega num ponto da vida que pouca coisa realmente te afeta de verdade. É como se de certo modo estivesse se blindado. Já não sente mais as emoções à flor da pele. 
É como se conseguisse separar quando agir com a cabeça e quando agir com o coração - e dificilmente agisse com o coração
Toma todas as decisões - ou pelo menos a maioria delas - totalmente consciente de cada consequência que trará - e não se importa com isso...nem com as consequências boas nem com as ruins. É a sua vida.

Já não se sente tão preocupada com bobagens, já não sofre mais com ausências, já não se importa tanto com partidas. Chegadas e partidas, essa é a vida. Ao invés de chorar pelas partidas prefere brindar às chegadas. 
Entende finalmente que a vida é passageira e aprende a dar valor às pequenas coisas e pequenos bons acontecimentos. Prefere sair e tomar um porre do que ficar em casa chorando leite derramado. 

Sente falta mas não sofre por isso; Não corre atrás de ninguém e se sente bem sozinha. De certa forma você se basta. Tem poucos amigos mas todos estão por perto sempre que você precisa. Valoriza mais a sua família e sente de verdade a falta dos pais...pq nesse seu mundo de "adulta"já não mora mais com eles, está cuidando da própria vida. E toma suas próprias decisões sem se preocupar com o que os eles diriam - apesar de sempre se perguntar se eles realmente se orgulham de quem você se tornou...

Se dá conta do quanto envelheceu e está envelhecendo. Nota que aquelas finas linhas de expressão que apareciam nos olhos só após uma boa noite de farra, se tornaram companheiras fieis e não há creme anti-sinais na face da terra que resolva isso, pensa em fazer um Botox mas logo muda de ideia. Não tem mais aquela obsessão por estar sempre bonita, não faz mais questão de agradar a todos. Se gostarem de você, é como você é e não como gostariam que você fosse - é mais sobre quem você é e menos sobre quem aparenta ser na verdade. 

Se preocupa mais com a saúde e com guardar dinheiro. Menos com a vida dos outros e mais com a sua própria. E se parar pra pensar de verdade, está bem melhor agora do que há alguns anos atras. Evoluiu, cresceu, amadureceu. Já não precisa mudar nada, quase nada na verdade....tudo flui naturalmente agora.


terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Sem rastros nem vestígios...

Resultado de imagem para mulher pensando tumblr
Há tempos não sinto vontade de reclamar de nada. As vezes acho que reclamo muito, faço pouco e tenho muito mais a agradecer do que pedir. Porém, neste momento estou com vontade de "desabafar".
Sabe quando tudo na sua vida parece encaminhado, tudo correndo bem, porém intimamente você não tá legal?! Tô assim.

Tenho minha lojinha, gracas a Deus pago tudo em dia....o dinheiro não tá sobrando mas também não ta faltando. Compro "tudo" que tenho vontade, sempre tenho um dinheiro pras horas de necessidade, não fico doente, ninguém da minha família ou amigos próximos também...como disse, tudo indo bem mas aquela vontade de desistir de tudo é minha companheira fiel.

Quase todos os dias me pergunto sobre a necessidade de eu existir neste mundo. Não faço diferença na vida de ninguém, não faço nada pelos outros que me faça útil a humanidade, mas ainda assim Deus insiste em me manter aqui.
Não digo que sinto a mesma vontade de morrer desesperadora que sentia anos atrás, a ponto de planejar e quase executar a minha morte, mas sinto que se eu morresse hoje morreria feliz.

E não, não aconteceu nada, absolutamente nada hoje que me fizesse querer escrever isso. Como sempre esses sentimentos são um mistério para mim. Do nada eles vêm e as vezes, como agora, eu paro para ouvi-los. Sei que provavelmente em algumas horas ou dias eles perderão a capacidade de me atingir mas logo voltarão. Pq sempre voltam.

O que mais me entristece em dias assim é a desesperança de dias melhores. A certeza de que nada nessa vida vale a pena. Estar viva não vale a pena. Existir é cansativo, morrer é aliviador, ainda que eu nem saiba o que me espera do outro lado, pq sei que tb não ando fazendo a minha parte para merecer um lugar tranquilo na eternidade. Não sinto vontade.

Para mim ultimamente, não importa o que vai acontecer com meu corpo ou alma quando eu fechar os olhos eternamente. Eu só quero deixar de existir, sem rastros nem vestígios... como um erro que Deus apagou com a borracha...
(Ainda que eu saiba que Deus nunca erra).

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Cansei de você...

De hoje em diante eu não vou mais falar de você. Não vou mais ser a primeira a mencionar seu nome em uma conversa para minhas amigas. Se elas perguntarem, responderei apenas que você tá bem. Não entrarei em detalhes.

De hoje em diante não fuçarei mais suas redes sociais e controlarei essa minha vontade desvairada de saber sobre sua vida. Pouparei-me ao máximo da minha curiosidade, nem ficarei observando quando está online no WhatsApp, nem farei observações sobre estar online e não falar comigo. De hoje em diante me comprometo a não reler nossas conversas antigas e tentar entender onde foi que você mudou. Pq, tanto faz onde como e pq você mudou, isso não me importa mais.

De hoje em diante não vou mais escrever sobre você em meu diário. Não vou reclamar sobre sua frieza ou distanciamento, nem como me senti ignorada em determinada conversa. Falando em conversa, de hoje em diante eu me comprometo a não mais procurar assunto para prolongar uma conversa contigo. Me recuso a passar por esse desconforto de novo, deixarei-a morrer já que você também fará isso.

De hoje em diante não darei espaços para minha mente ficar revirando lembranças suas. Sempre que uma lembrança aparecer eu a bloquearei e a trocarei por outra. Não vou mais ficar me convencendo sobre o quanto eu gosto de você e sinto sua falta, pq isso não faz mais sentido nenhum para mim. De hoje em diante, pouco importa o que você sente ou deixou de sentir por mim, eu cansei. 

Cansei de tentar me reaproximar de você. Cansei de mover mundos e fundos achando que a gente poderia dar certo. Cansei de apanhar as migalhas que você joga no chão. Cansei de você.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...